Pilates na terceira idade

Durante nosso processo de envelhecimento natural, o corpo passa por algumas mudanças, e acaba diminuindo aptidão física, flexibilidade, equilíbrio, força e piora da capacidade cardiovascular.

Essas mudanças levam ao aumento na dificuldade de realizar algumas tarefas diárias, podendo levar o idoso, por causa das dificuldades impostas, a uma vida mais solitária e depressiva.

Por isso, ao chegar em um estágio mais avançado na vida, é natural que pensemos em melhorar nossa qualidade de vida para aproveitarmos ao máximo os prazeres e bons momentos que podemos ter.

Exercícios de Pilates para idosos

Trabalhar com idosos é um pouco mais delicado e exige maior atenção do profissional, por conta da possível dificuldade para executar alguns movimentos e dos riscos de lesão. Por isso a importância da prática de exercícios acompanhada e supervisionada por fisioterapeutas experientes.

Em casos nos quais o idoso possui uma limitação muito grande, utilizar o Cadillac se mostra uma boa alternativa para alguns exercícios, sempre ajustando a forma e nível de dificuldade de acordo com a capacidade do aluno. Exercícios que ativam a musculatura da região da coluna são interessantes para este público.

Aula de pilates para idosos: como funciona?

A prática de atividade física, que infelizmente não costuma ser comum nesta faixa etária, é um dos pilares para manter uma boa saúde tanto física quanto mental. O Pilates surge como a melhor alternativa para manter o corpo ativo e saudável.

A diminuição na capacidade de equilíbrio em um idoso, muitas vezes, não é sintoma neurológico ou consequência de uma labirintite. Está associado também a um problema de deslocamento do centro de força do corpo (Core). Essa mudança prejudica a postura corporal, que se agrava com a falta de flexibilidade ou força muscular para mantê-la.

O método Pilates para idosos trabalha, a partir exercícios de baixo impacto, os músculos e regiões do corpo para gerar uma melhora da força muscular, equilíbrio e capacidade cardiovascular, proporcionando melhora da postura do aluno.

Exercícios que combinem  alongamento e força são ótimos para fortalecer tendões e articulações, evitando dores locais e desgastes articulares (artroses), comuns nesta fase da vida, bem como para manter a flexibilidade e mobilidade, garantindo a independência nas atividades do dia a dia.

Benefícios do Pilates na terceira idade

O método pilates é uma atividade completa, que une exercícios de alongamento e força com equilíbrio mental, com o objetivo de aumentar a força muscular, equilíbrio, flexibilidade e capacidade cardiovascular, além de melhorar a postura. O pilates na terceira idade aparece como uma alternativa eficiente para manter o corpo ativo e saudável. Conheça alguns benefícios desse método:

Melhora o equilíbrio e força muscular

Ao atingirmos a terceira idade, nossa aptidão física, força, equilíbrio e flexibilidade tendem a diminuir, e tornar situações comuns – como subir escadas, agachar ou ficar sentado por muitas horas – grandes desafios.

O resultado dessas mudanças no corpo pode ser o primeiro indicador de falha nos sistemas nervoso e musculoesquelético, o que abre espaço para um processo de deterioração física, tornando o corpo mais frágil e predisposto a quedas.

O pilates na terceira idade trabalha o equilíbrio do corpo a partir de exercícios realizados com o auxílio da bola suíça e de discos de instabilidade, por exemplo. O ganho de força muscular também é perceptível e aliado ao processo é importante para gerar autoconfiança e independência dos idosos.

Além disso, ao seguir os princípios do método, as atividades melhoram a respiração, foco e concentração do praticante.

Influência na postura

Passar muito tempo sentado na posição incorreta é um grande problema para qualquer pessoa. Para os idosos essa questão pode originar sérias lesões e dores na coluna. A má postura também resulta na obstrução da respiração e tensiona os músculos.

A tensão articular e muscular que surge ao ficar em má postura é trabalhada a partir de exercícios ligados ao power house. O sistema respiratório também é importante instrumento de relaxamento. A partir da respiração, é possível aliviar as tensões e manter uma postura mais alongada e correta.

Combate a osteoporose

Comum na terceira idade, a osteoporose é uma doença que afeta os ossos, gerando fragilidade do esqueleto e maior sensibilidade à fraturas. Além disso, pode proporcionar dores nas costas por causa de contraturas musculares. As partes mais afetadas por ela são a coluna e o fêmur.

Os exercícios do pilates trabalham o fortalecimento dos músculos envolvidos, buscando melhorar a força muscular, o condicionamento físico e a coordenação motora, importante para realização de pequenas atividades.

Aumenta a autoestima

Ao iniciar as atividades do pilates, os praticantes da terceira idade não se julgam capazes de realizar as atividades propostas. Mas com o tempo e a prática das aulas essa percepção muda. O aumento da flexibilidade, do equilíbrio, coordenação e da força muscular provam para o idoso sua capacidade de independência e energia física.

Todo esse avanço conquistado ao longo das sessões interferem em sua saúde emocional de forma positiva, elevando sua auto confiança e sua autoestima. Além de ser uma atividade que irá ampliar o círculo social do idoso e o coloca em contato com novas pessoas e experiências.

Em conjunto com as melhorias na qualidade de vida, a prática do pilates também reduz as chances de depressão, o controle de doenças cardiovasculares, diabetes e, aliado a uma alimentação saudável, controla o peso.

Quer sentir na prática os benefícios do Pilates? Clique na imagem abaixo e agende agora sua aula experimental gratuita de Pilates:

aula experimental pilates

Comments
pingbacks / trackbacks